Alma de Cigana

3030

Ela é do tipo que não desiste por nada
Calculista e não paga de emocionada
Sempre sorri porque chorar não muda nada
Antes sozinha do que mal acompanhada
O beijo dela é tipo um tiro fatal
Tem uma fila esperando seu sinal

Ela é um livro, só que um livro sem final
Eu tentei sair da brisa mas ela não tem igual
Mano, é que eu já virei refém
Do que ela tem
Alma de cigana
Furacão na cama

Eu já virei refém
Do que ela tem
Alma de cigana
Furacão na cama
Sozinha ela é inteira igual o oceano
Tipo um vinho que melhora com o passar dos anos
E ela já passou por tanta coisa
Mágoas, qualquer coisa pode ser a gota d'água

Ela me olhou e paralisou
Estátua
Cada fala dela é um show
Eu bato palma
Rara

Igual o mais belo dos diamantes
Falam do seu corpo pois não viram sua alma
Já virei refém
Do que ela tem
Alma de cigana
Furacão na cama

Eu já virei refém
Do que ela tem
Alma de cigana
Furacão na cama

Furacão na cama
Eu já virei refém

Written by: Victor Reis / Rod 3030 / LK 3030 / Bruno Chelles
Sent by Vanessa.
Did you see an error? Send us your revision.