Não, não falo de coração
Coração é piegas, careta
Coração tá fora de moda
Nada, nada de cantar coisas do coração
No meu samba canção

Nada de um coração que infarta
Por sofrer de amor
Na tua balada, nada
De um coração que foi triturado
Mastigado e jogado fora

Nada dessa fera
Que se auto devora
Que se auto destrói
E deixa no lugar um buraco gelado
Que quando venta, dói

Por favor, não ponha um marca-passo
No espaço do meu coração
Substitua o bagaço do meu coração
Tão manso e sem descanso
No seu pulso, no balanço, no bater

Ponha um daqueles potinhos
Com água e açúcar
Em que o beija-flor vem beber

Written by: Luiz Felipe Leprevost / Thayana Barbosa
Sent by Tatiane. Subtitled by Lorena and gabriela. Revised by 2 people.
Did you see an error? Send us your revision.


More songs by A Banda Mais Bonita da Cidade

View all songs by A Banda Mais Bonita da Cidade