Ressurreição

Agnaldo Timóteo

Todo amor quando acaba
Deixa no leito uma febre
Deixa no peito a sangria
Que nada pode estancar

Nem outro amor passageiro
Nem a viagem mais longa
Nem um carinho ligeiro
Nem a conversa de bar

Mas, se um amor
Não é morto ou esquecido
Pode estar só escondido
Num mar de ressentimentos

Pra renascer
Brilho de uma esperança
Na rede de uma lembrança
Feito estrela do mar

Written by: Abel Silva / Raimundo Fagner
Sent by Aristides.
Did you see an error? Send us your revision.