Livre (born Free)

Agnaldo Timóteo

Livre... Livre... Livre...

Livre
Nasci como a brisa
Que as praias alisa
Que encrespa as ondas do mar

Livre
De braços abertos
Os olhos desertos
Do que faz a gente chorar

Quero
Você que se inflama
E aquece na chama azul do amor
Do amor que lhe dou

Livres
Na eterna alvorada
Do tempo sem nada
Só o amor

Livre