Meu Ébano

Alcione

É!
Você é um negão de tirar o chapéu
Não posso dar mole senão você créu
Me ganha na manha e baubau
Leva meu coração

É!
Você é um ébano lábios de mel
Um príncipe negro feito a pincel
É só melanina cheirando à paixão

É!
Será que eu caí na sua rede?
Ainda não sei
Sei não
Mas tô achando que já dancei
Na tentação da sua cor

Pois é!
Me pego toda hora querendo te ver
Olhando pras estrelas pensando em você
Negão, eu tô com medo que isso seja amor

Moleque levado
Sabor de pecado
Menino danado
Fiquei balançada, confesso
Quase perco a fala
Com seu jeito de me cortejar
Que nem mestre-sala

Meu preto retinto
Malandro distinto
Será que é instinto?
Mas quando te vejo
Enfeito meu beijo
Retoco o batom
A sensualidade da raça é um dom
É você, meu ébano
É tudo de bom

É!
Você é um negão de tirar o chapéu
Não posso dar mole senão você créu
Me ganha na manha e baubau
Leva meu coração

É!
Você é um ébano lábios de mel
Um príncipe negro feito a pincel
É só melanina cheirando à paixão

É!
Será que eu caí na sua rede?
Ainda não sei
Sei não
Mas tô achando que já dancei
Na tentação da sua cor

Pois é!
Me pego toda hora querendo te ver
Olhando pras estrelas pensando em você
Negão, eu tô com medo que isso seja amor

Moleque levado
Sabor de pecado
Menino danado
Fiquei balançada, confesso
Quase perco a fala
Com seu jeito de me cortejar
Que nem mestre-sala

Meu preto retinto
Malandro distinto
Será que é instinto?
Mas quando te vejo
Enfeito meu beijo
Retoco o batom
A sensualidade da raça é um dom
É você, meu ébano
É tudo de bom
Ah moleque!

Moleque levado
Sabor de pecado
Menino danado
Fiquei balançada, confesso
Quase perco a fala
Com seu jeito de me cortejar
Que nem mestre-sala

Meu preto retinto
Malandro distinto
Será que é instinto?
Mas quando te vejo
Enfeito meu beijo
Retoco o batom
A sensualidade da raça é um dom
É você, meu ébano
É tudo de bom

Written by: Nenéo / Paulinho Rezende
Sent by Crislaine. Subtitled by Aylla. Revised by 8 people.
Did you see an error? Send us your revision.