Kilo

Bonde do Rolê

Toda semana marmita; não aguento!
No centro ou na baixada, no sol ou no cimento.
Conheço um restaurante que é maior satisfação
Aqui se come a quilo rapidinho no busão

Vem neném, aqui se come bem, bem!
Vem, meu bem, ao kilo sempre tem, tem!
Vem neném, aqui se come bem, bem!
Vem, meu bem, ao kilo sempre tem, tem!

Ao meio dia, você enche meu prato.
Depois das 3:30 nem vem que tá fechado.
Comendo deste jeito, tá sempre esfomeado.
Guardando um bocadinho pra comer no feriado

Vem neném, aqui se come bem, bem.
Vem, meu bem, ao kilo sempre tem, tem.
Vem neném, aqui se come bem, bem.
Vem, meu bem, ao kilo sempre tem, tem.

Oi! Vem cá,
Deixa eu te perguntar uma coisa,
Você tá com fome?
É?! Mas é muita, muita, muita, muita, muita fome?
É?! Então abre esta boquinha porque aqui,
Você come ao kilo!
Vem neném, aqui se come bem, bem.
Um beijo!
Vem comer!

Pode chamar a mãe, a tia e o chegado,
Os amigo, os vizinho, os primo do sobrado.
Levando pra viagem ninguém fica bolado.
Aqui se come a quilo, dentro e fora do cardápio.

Vem neném, aqui se come bem, bem.
Vem, meu bem, ao kilo sempre tem, tem.
Vem neném, aqui se come bem, bem.
Vem, meu bem, ao kilo sempre tem, tem.

Vem neném, aqui se come bem, bem.
Vem, meu bem, ao kilo sempre tem, tem.
Vem neném, aqui se come bem, bem.
Vem, meu bem, ao kilo sempre tem, tem.

Vem neném, aqui se come bem, bem.
Vem, meu bem, ao kilo sempre tem, tem.
Vem neném, aqui se come bem, bem.
Vem, meu bem, ao kilo sempre tem, tem.

Vem neném, aqui se come bem, bem.
Vem, meu bem, ao kilo sempre tem, tem.
Vem neném, aqui se come bem, bem.
Vem, meu bem, ao kilo sempre tem, tem.

Sent by Gilberto. Subtitled by Daniel. Revised by 2 people.
Did you see an error? Send us your revision.