Vai Com Deus

Cascatinha e Inhana

Desde quando tu partiste tudo chora
Diz o vento pelos campos, todos em flor
Vai, vai com Deus querida
Vai, vai com Deus, amor

Até o sino da igreja chora triste
Repicando ele diz em seu langor
Vai, vai com Deus querida
Vai, vai com Deus, amor!

E quando a Lua branca mensageira
Surgir no céu da minha solidão
Eu beijo o teu retrato recordando
Que numa noite assim eu te entreguei
Meu coração

Hoje passo minhas horas de abandono
A implorar em minhas preces com fervor
Vai, vai com Deus querida
Vai, vai com Deus, amor