Oceano de Lágrimas

Cascatinha e Inhana

As lágrimas que já chorei
Em toda a minha vida pelo seu amor
Confesso, se pudesse medi-las
Sei que daria um oceano de dor

Lágrimas que eu chorei
Fez-se uma lagoa de águas salgadas
E quem beber desta água
Qualquer pessoa fica apaixonada

Às vezes penso
Que este mar imenso
É fruto do meu pranto
O mesmo sal
E o mesmo gosto amargo
Do meu desencanto

Lágrimas vertidas
De uma grande dor
Lágrimas perdidas
Por um grande amor

Às vezes penso
Que este mar imenso
É fruto do meu pranto
O mesmo sal
E o mesmo gosto amargo
Do meu desencanto

Lágrimas vertidas
De uma grande dor
Lágrimas perdidas
Por um grande amor

Written by: Everaldo Ferraz / Tony Damito
Sent by PEDRO. Revised by PEDRO.
Did you see an error? Send us your revision.