O Navegante

Cervelet

Um barco em alto mar
Um céu azul pra acalmar
Navega com tranquilidade
Mas ninguém conhece
As ondas e tormentas que passou
Ninguém sentiu a maré contrária
Só vemos o Sol
Depois do turbilhão

E em nossos barcos
Marinheiros tão perdidos em suas funções
E a tempestade insiste em voltar
E nos esquecemos de notar
Que aqui há o céu azul também
E há tranquilidade
Amém

Nos apegamos 'as tempestades
E no outro só a paz
Não notamos
Que a madeira que compõe
O nosso leme, o nosso cais
E o mar que atravessamos são iguais

O mesmo porto nos espera

Written by: Tiko Previato
Sent by Daniely.
Did you see an error? Send us your revision.


More songs by Cervelet

View all songs by Cervelet