A Menina e o Monstro

Céu

Vejo-te mim desde o primeiro dia
Em que vim para esse mundo
E desde então eu me pergunto onde vives
Conforme passa outono a outono
Você transforma sua feição
Pouco a pouco um monstro era um lobo
Feche os olhos

Pra onde correr
Quando você vem?
Calma pra escutar
O que tem por trás do eco da minha voz

Quem era espera para entender que a te olhar
Você se desconfigura, derrete e esparrama eu assisto
Abrindo os olhos ser um gigante
Daqui do alto posso te por pra dormir
Até te desejar um bom sonho

A quem recorrer quando você vem?
Calma pra escutar o que tem
Por trás do eco da minha voz
Pra onde correr quando você vem?
Calma pra escutar o que tem
Por trás do eco da minha voz

Written by: Céu
Sent by Hellen. Revised by Matheus.
Did you see an error? Send us your revision.