Aprendendo a Sobreviver

Criolo

Aprendendo a sobreviver
Aprendendo a sobreviver
Se cresce na do pai, mas na crocância vai tremer
Hoje cês vão receber todo o ódio de Kunta Kinte
(Kunta Kinte, Kunta Kinte, Kunta Kinte)

Aprendendo a sobreviver
Aprendendo a sobreviver
Se cresce na do pai, mas na crocância vai tremer
Hoje cês vão receber todo o love dе Kunta Kinte
(Kunta Kinte, Kunta Kinte, Kunta Kinte)

Mais um dia, inanição na depressão do dia
Mais um dia de informação ele se alfabetiza
Mais um dia, mais um sonho solto na avenida
Mais um dia preto, um preto sangue escorre na avenida
Mais um dia, uma filha e um pai na avenida
O mestre-sala, a porta-bandeira na avenida
Existe um mundo que você não vivencia
Eu canto vida onde a morte aqui se faz rotina
Veja a vida, que se dane, não é minha filha
E outra multa o morto por atrapalhar a via
Eu pago imposto, olhe o preço da gasolina
E o jornal da noite embrulha o peixe pra manhã do dia

Aprendendo a sobreviver
Aprendendo a sobreviver
Se cresce na do pai, mas na crocância vai tremer
Hoje cês vão receber todo o ódio de Kunta Kinte
(Kunta Kinte, Kunta Kinte, Kunta Kinte)

Aprendendo a sobreviver
Aprendendo a sobreviver
Se cresce na do pai, mas na crocância vai tremer
Hoje cês vão receber todo o love de Kunta Kinte
(Kunta Kinte, Kunta Kinte, Kunta Kinte)

E quem atira não tinha nada a ver com quem caía
E quem sorria era só uma ovelha assassina
Um segredo que você não guardaria
Onde a mágoa faz morada a gente morre todo dia
Existe um mundo que você não vivencia
Seus problemas são escolher o que cê vai comer no dia
E quem assina essa depressão contínua
É solidão de continente pra uma mente à deriva
Alegria outfit de periferia
Andar nos panos não faz de você skatista
Sem punch line é só visão pra tu vencer na vida
De Black Tie, último andar, pretos, diretoria

Aprendendo a sobreviver
Aprendendo a sobreviver
Se cresce na do pai, mas na crocância vai tremer
Hoje cês vão receber todo o ódio de Kunta Kinte
(Kunta Kinte, Kunta Kinte, Kunta Kinte)

Aprendendo a sobreviver
Aprendendo a sobreviver
Se cresce na do pai, mas na crocância vai tremer
Hoje cês vão receber todo o love de Kunta Kinte
(Kunta Kinte, Kunta Kinte, Kunta Kinte)

Written by: Criolo
Sent by Carolline. Subtitled by Arthur. Revised by Elvys.
Did you see an error? Send us your revision.