Pequenina (part. Jaques Morelenbaum, Liniker, Maria Vilani e MC Hariel)

Criolo

Tão pequenina, uma linda
O sonho de vária das mãe, uma menina
Uma filha mulher pra tecer, pra trocar, pra tirar da solidão que existe lá
Mães sofrem em silêncio há tanto tempo
Nem todas tem a casa com equilíbrio no sustento
As vezes naquela mais bela mansão
Uma rotina de dor vai tecendo esse refrão
Não é emprego, nem é profissão
Mãe é mãe e a minha chora no caixão
Cês não sabe o que é favela
Cês nunca moraram nela
Cês vivem as suas vidas e ainda criticam elas, as mães jovens
As filhas
Nascer pra ser feliz, não só pegar barriga
Mãe solteira, obesa, de periferia, professora de escola pública, o alvo do dia
Filha de um preto com uma nordestina
O que pra vocês é vitimismo, pra nós, é nossa vida
Abandono e o descaso são temperos deste coração
Eu prometi que ia ser rico e cuidar dos meus irmãos
Cuidar da minha irmã, agora só em prece
Ela não tá mais aqui é que esse mundo não te merece

Eu vou ganhar dinheiro, mãe
Porque é só assim que eles respeitam a gente
(Mas pensar assim,Criolo, não é vitória do sistema, tio?)
(Da onde eu vim, fi, sempre é vitória do sistema)
(Cê tá em Nárnia, criança?)

Eu vou ganhar dinheiro, mãe
Porque é só assim que eles respeitam a gente
(Mas pensar assim, Kleber, não é vitória do sistema, tio?)
(Da onde eu vim, fi, sempre é vitória do sistema)
(Bairro que depende do bom prato)
(E os que nem bom prato tem?)

Cês não sabe o que é amor, cês só sabe que é rancor
Cês não têm dimensão do tamanho dessa dor
Uma mãe não abraçar seu filho na situação
Isso é tão triste da minha mais triste canção
O que acontece aqui é pra te oprimir, te fazer desistir, não te deixar sorrir
Amor, precisamos de amor
Precisamos nos abraçar pra acabar com a dor
Sorrir, cantar e resistir
Questionar o real motivo de tudo isso aqui
Pois abandono e o descaso são temperos desse coração
Eu prometi que ia ser rico e cuidar dos meus irmãos
Cuidar da minha irmã agora só em prece
Ela não tá mais aqui é que esse mundo não te merece

Eu vou ganhar dinheiro, mãe
Porque é só assim que eles respeitam a gente
(Eu vou ganhar dinheiro, mãe)
(Mas pensar assim, Criolo, não é vitória do sistema, tio?)
(Da onde eu vim, fi, sempre é vitória do sistema)
(Cê tá em Nárnia, criança?)

Eu vou ganhar dinheiro, mãe
Porque é só assim que eles respeitam a gente

Eu vou ganhar dinheiro, mãe
Eu vou ganhar dinheiro, mãe
Eu vou ganhar dinheiro, mãe
Eu vou ganhar dinheiro, mãe

Written by: Criolo
Sent by Carolline. Revised by Elvys.
Did you see an error? Send us your revision.