Beijo de Garrafa

Dilsinho

Pra tudo na vida tem sua primeira vez
Primeiro beijo, primeira relação
Eu tive a primeira grande decepção

Dizem por aí: Tudo que é bom, dura pouco
Quem dera esse ditado fosse mentiroso
Você estaria aqui pra mim de carne e osso

O estranho é que eu deixei de ser solteiro
Quase num estalo, tão rápido
Mas para voltar de apaixonado pra solteiro
É que tá brabo

Minha vida era gelo
Com bebida na balada
E eu troco esses três
Pra ficar contigo em casa

Você virou meu gelo
Minha bebida, minha balada
E um dia sem te ver
É pior do que ressaca

Fui no bar tentar curar a sua falta
Mas não vende o seu beijo em garrafa

Pra tudo na vida tem sua primeira vez
Primeiro beijo, primeira relação
Eu tive a primeira grande decepção

Dizem por aí: Tudo que é bom, dura pouco
Quem dera esse ditado fosse mentiroso
Você estaria aqui pra mim de carne e osso

O estranho é que eu deixei de ser solteiro
Quase num estalo, tão rápido (tão rápido)
Mas para voltar de apaixonado pra solteiro
É que tá brabo

Minha vida era gelo
Com bebida na balada
E eu troco esses três
Pra ficar contigo em casa

Você virou meu gelo
Minha bebida, minha balada
E um dia sem te ver
É pior do que ressaca

Fui no bar tentar curar a sua falta
Mas não vende o seu beijo em garrafa
Não, não, não, não

Minha vida era gelo
Com bebida na balada
E eu troco esses três
Pra ficar contigo em casa

Você virou meu gelo
Minha bebida, minha balada
E um dia sem te ver
É pior do que ressaca

Fui no bar tentar curar a sua falta
Mas não vende o seu beijo em garrafa
Fui no bar tentar curar a sua falta
Mas não vende o seu beijo em garrafa
Oh, oh

Written by: Diogo Melim / Rodrigo Melim
Sent by Mariana. Revised by Luan.
Did you see an error? Send us your revision.