Noites de Junho

Flávio Venturini

Se você tivesse entrado
Na minha vida de outra maneira
Deixando a porta aberta
E a luz da sala acessa
Como se gostar fosse seu nome
O tempo e o modo do verbo
Da lenha queimando na fogueira

E nesse dia
Para sempre meu seria
Esses dois olhos claros
Que tem das noites de junho
O brilho de todas as estrelas

Porque seu nome quer dizer príncipe
Mas eu nunca serei sua princesa
Eu cheguei na hora incerta
Bati na porta errada
E não adiantou de nada confessar
O meu amor da vida inteira

E hoje quando finge
Que não me conhece
Você parece mais
Aquela estrela
Que brilha como duas
No frio das noites de junho
E no meu peito acende a fogueira

Written by: R.Bastos / Tavinho Moura
Sent by Eliane.
Did you see an error? Send us your revision.