O Jeito

Flora Matos

Eu não queria um iPhone, só tempo pra te ligar
Nem o carro do ano, só tempo pra passear
Não quero brinco de ouro, pulseira, anel e colar
Nem o melhor vestido, se não for pra te encontrar

Só quero a liberdade de onde eu for te levar
Pegar na sua mão e se eu quiser te abraçar
Não faço questão que você pague a conta do jantar
Deixa pra mim que eu mesma pago a conta do bar

Que do jeito que olha pra mim, jeito que eu gosto de ver
Do Jeito que vive aqui, jeito que eu vivo em você
O jeito é nos até o fim, não vou nem querer saber
De nada além de nos ali

O jeito que olha pra mim, jeito que eu gosto de ver
O jeito que vive aqui, jeito que eu vivo em você
O jeito é nos até o fim, não vou nem querer saber
De nada além de nos ali

Eu não quero a boate, só a pista pra dançar
Eu não quero a igreja, mas vou te levar no altar
Eu quero a beleza de ter tempo pra te amar
O tempo é precioso demais pra deixar passar

Me diz o que será do mundo diante de nos
Nos dois somos um só, reluzindo como cristais
Brilhando muito mais juntos do de que quando sem nos
Te sinto perto quando canto e você fica... Bem

O jeito que olha pra mim, jeito que eu gosto de ver
O jeito que vive aqui, jeito que eu vivo em você
O jeito é nos até o fim, não vou nem querer saber
De nada além de nos ali

O jeito que olha pra mim, jeito que eu gosto de ver
O jeito que vive aqui, jeito que eu vivo em você
O jeito é nos até o fim, não vou nem querer saber
De nada além de nos ali

Written by: Flora Matos
Sent by luana. Revised by 2 people.
Did you see an error? Send us your revision.


More songs by Flora Matos

View all songs by Flora Matos