Eles

Maglore

Eles se dividiram em partes aos milhões
Exterminaram raças e nações
Subverteram altas equações, da natureza

Eles, eles não tem chance não
Eles não entendem o que são

Eles manipularam céus e estações
Passos e vigas, redes e canhões
Com a desculpa das evoluções, olham estrelas

Eles, eles não tem chance não
Eles não entendem o que são

Eles fuzis e botas em altos brasões
Forjam verdades e conspirações
Raio divino exterminação, pura avareza

Eles reivindicaram nossa proteção
Mentindo sobre a própria criação
Com seu sistema podre de cifrões, tanta miséria.

Eles, eles não tem chance não
Eles não entendem o que são
Não há beleza é só tristeza e vicio em destruição
Eles não entendem o que são