O Circo

Maria Bethânia

Quando a noite vem
Um verão assim
Abrem-se cortinas, varandas, janelas
Prazeres, jardins

Onze e meia alguém
Concentrado em mim
No espelho castanho dos olhos
Vê finalidades sem fins

Não lhe mostro todos os bichos
Que tenho de uma vez
Armo um circo com não mais
Do que uns cinco ou seis

Leão, camelo, garoto, acrobata e não há luar
E os deuses gostam de se disfarçar

Written by: Antônio Cícero / Orlando Morais
Sent by Eliane. Revised by 3 people.
Did you see an error? Send us your revision.



More songs by Maria Bethânia

View all songs by Maria Bethânia