Letras de canciones - Letras.com

De Quem é a Culpa?

Marília Mendonça

De Quem é a Culpa?

Exagerado, sim
Sou mais você que eu
Sobrevivo de olhares
E alguns abraços que me deu

E o que vai ser de mim
E o meu assunto que não muda?
Minha cabeça não ajuda
Loucura, tortura

E que se dane a minha postura
Se eu mudei, você não viu
Eu só queria ter você por perto
Mas você sumiu

É tipo um vício que não tem mais cura
E agora, de quem é a culpa?
A culpa é sua por ter esse sorriso
Ou a culpa é minha por me apaixonar por ele?
Só isso

Não finja que eu não tô falando com você
Eu tô parado no meio da rua
Eu tô entrando no meio dos carros
Sem você, a vida não continua

Não finja que eu não tô falando com você
Ninguém entende o que eu tô passando
Quem é você, que eu não conheço mais?
Me apaixonei pelo que eu inventei de você

Mas você sumiu
É tipo um vício que não tem mais cura
E agora, de quem é a culpa?
A culpa é sua por ter esse sorriso
Ou a culpa é minha por me apaixonar por ele?
Só isso

Não finja que eu não tô falando com você
Eu tô parado no meio da rua
Eu tô entrando no meio dos carros
Sem você, a vida não continua

Não finja que eu não tô falando com você
Ninguém entende o que eu tô passando
Quem é você, que eu não conheço mais?
Me apaixonei pelo que eu inventei de você

Iê-iê, iê-iê
Me apaixonei pelo que eu inventei de você

¿Quién Tiene La Culpa?

Exagerado, sí
Soy más tú que yo
Sobrevivo de miradas
Y algunos abrazos que me dio

Y qué será de mí
Y mi asunto que no cambia?
Mi cabeza no ayuda
Locura, tortura

¿Y qué demonios te importo mi postura?
Si yo cambié, no lo viste
Yo sólo quería tenerte cerca
Pero desapareciste

Es como una adicción que no tiene cura
Y ahora, de quién es la culpa?
Es tu culpa por tener esa sonrisa
O es mi culpa por enamorarme de él?
Sólo eso

No finjas que yo no te estoy hablando
Estoy de parado en medio de la calle
Voy entrando en medio de los autos
Sin ti, la vida no continua

No finjas que yo no estoy hablando contigo
Nadie entiende lo que yo estoy pasando
¿Quién eres tú, que no te conozco más?
Me enamoré por lo que inventé de ti

Pero desapareciste
Es como una adicción que no tiene cura
Y ahora, de quién tiene la culpa?
Es tu culpa por tener esa sonrisa
O es mi culpa por enamorarme de él?
Sólo eso

No finjas que no estoy hablando contigo
Estoy de pie en medio de la calle
Voy entrando en medio de los autos
Sin ti, la vida no continua

No finjas que no estoy hablando contigo
Nadie entiende por lo que estoy pasando
¿Quién eres tú, que no te conozco más?
Me enamoré de todo lo que inventé de ti

Yeh-yeh, yeh yeh
Me enamoré de todo de lo que inventé de ti

Composición: Juliano Tchula / Marília Mendonça
Enviada por Alberto, Traducida por Enso, Leyendado por Jaíne, Mariana y más 1