O Pai da Alegria

Martinho da Vila

Se é pra sambar, entra na roda
Vem requebrar que a roda gira
Quer me ganhar e olha de banda
Mas também tá na minha mira

Samba, menina que eu quero ver
Você mexer a anatomia
Samba mãezinha (mãinha), papai quer ver
Você trazer só alegria

Mas vou me perder
No seu rebolar
E por querer posso até bambear
É o seu sorrir
Que me faz sonhar
Com o gosto do beijo que eu quero provar

Menina que pra sambar não tem hora
Se casa com a noite e também namora o dia
Mas eu sou amante da minha escola
E quero levá-la pra outra orgia
No pagode você deita e rola
E vai pra gandaia com a tal Lua vadia
As minguantes, cheias, crescentes ou novas
São testemunhas que o samba
É o pai da alegria

Written by: Martinho da Vila
Sent by fabiano. Revised by 2 people.
Did you see an error? Send us your revision.