Azulejo

Oriente

[Chino]
E se eu te roubar um beijo
Que é pra matar meu desejo
Dentro da noitada entramos no banheiro
Escrevi o nome dela no azulejo
Sabe que eu não fraquejo
Mas por essa eu rastejo
Vai na frente já já te vejo
Para no caminho na banquinha e pega dois varejos
Pode se perder na pista que eu te farejo
Que isso aqui não é sertanejo
Deixa ele fingir que sabe que eu te protejo
Ela joga o ombro e eu cortejo
Da um sorriso dança e joga o cabelo
Ela mudou muito e eu ainda o mesmo
Só que agora com um pouco mais de dinheiro
Um pouco menos magro e um pouco mais feio
E ela é uma gata de cair o queixo
Não é minha namorada, mas me põe no eixo
Vamos do lixo ao luxo sorrindo o tempo inteiro
E tem coisas na vida que não tem preço
Tipo ela de vestido preto
Tipo tipo tipo ela de vestido preto

[Nobru]
Olha quem chegou
Ficou melhor agora
Parece que os problemas foram embora
Quando você chegou
Toda linda usando minha camisa fica ainda mais gostosa
Apaga a luz e fecha a porta
Esquece o mundo lá fora

[Nissin]
Vem tirando a roupa
Quer me deixar sem graça
Seu olhar não disfarça
Sabe que eu sou seu vagabundo

Eu sei que ela quer tudo (quer)
E finge que não quer nada
Querendo disfarçar
Mó cara de safada
Quer que eu te traga pro meu mundo (porque)

Ela sabe quando ela passa
O mundo inteiro se enche de graça
Só pra te ver sorrir
O mundo é a sua casa
Uma sereia que também tem asa
E quer voar por toda madrugada
Eu quero ter você aqui

[Nobru]
Olha quem chegou
Ficou melhor agora
Parece que os problemas foram embora
Quando você chegou
Toda linda usando minha camisa fica ainda mais gostosa
Apaga a luz e fecha a porta