3 F (part. Biura)

Preto Show

3F
Clé
Beengaaaaaa
Wó wó wó wó
Wó wó wó wó
Wó wó wó wó
Wó wó wó wó

Tu num sabes de onde eu vim
Tu num sabes o que eu vivi
Quanta fome já passei
Carro na rua eu lavei
No mercado eu vendi
Na igreja eu dormi
Agora quês estragar sucesso, xé!
Sai lá daqui

Não me suja a minha Gucci, wó
Não me risca no mô Pana, wó
Não me tira o mô Rolex, wó
Não me parte as Cartier, wó
Não me pisa na minha Loubie, wó
Não me puxa na Versace, wó
Não inveja a minha casa, wó
Não inveja o meu sucesso, wó

Hoje a vida da volta
Estou a rolar numa broca
Antes não tinha, comida pra meter na boca
Mano eu vim de cabinda, do norte de Angola
Criticam da forma que eu falo
Mas ninguém me pagou escola

Na hora da luta não estavas lá
Na hora da fome não estavas lá
Agora que o meu mambo está a andar
Olha o invejoso quer me matar
Olhava pro céu, sonhava com avião
Hoje tô farto, de andar no avião

Não me suja a minha Gucci, wó
Não me risca no mô Pana, wó
Não me tira o mô Rolex, wó
Não me parte as Cartier, wó
Não me pisa na minha Loubie, wó
Não me puxa na Versace, wó
Não inveja a minha casa, wó
Não inveja o meu sucesso, wó

As vezes pergunto
Se sou arquiteto
Batalhei bué
Tenho mais de 3 tetos
Né papá que me deu? não
Né mamã que me deu? não
Trabalha também, pra ter o que é teu

Eu?
Já sofri bué
Já chorei bué
Já lutei bué
Estás a criticar
O mô banho de Champanhe
Mais velho sem juízo
Sai da casa da mãe

Não me suja a minha Gucci, wó
Não me risca no mô Pana, wó
Não me tira o mô Rolex, wó
Não me parte as Cartier, wó
Não me pisa na minha Loubie, wó
Não me puxa na Versace, wó
Não inveja a minha casa, wó
Não inveja o meu sucesso, wó

Tristeza não me causa dor
Mano já fui cobrador
Hoje falas Preto é raro
Na rua já vendi cigarro
Olha o swagg do boy
Já fui motoboy
A morte me dói
Danda, Perpetua, Manel se foi

Então num ignora ninguém
No fundo tu num és ninguém
Amigas me deram de comer
Amigos me deram de vestir
Hoje eu estou, a me ver na TV
Deus ajudou, e eu estou aqui

Não me suja a minha Gucci, wó
Não me risca no mô Pana, wó
Não me tira o mô Rolex, wó
Não me parte as Cartier, wó
Não me pisa na minha Loubie, wó
Não me puxa na Versace, wó
Não inveja a minha casa, wó
Não inveja o meu sucesso, wó

De Cabinda pro mundo e pro sucesso
3 irmãos que vieram do nada
Num existe mãe, pai morreu
Hoje graças aos nossos amigos que nós estamos aqui