Xucalho (part. Titica)

Preto Show

Aaah (hum)
É hora (Ticny)! Rrrra!
É tema de festa
Há há há
Teo no Beat

Eu só quero xucalho, quando encosto não mayo
Eu só quero xucalho, eu só quero xucalho, eu só quero xucalho
Eu só quero xucalho, quando encosto não mayo
Eu só quero xucalho, eu só quero xucalho, eu só quero xucalho

(Uh, uh)
Xucalho, xucalho, xucalho
Xucalho, xucalho, xucalho
Xucalho, xucalho, xucalho

Ticny já tá a lhe dar
Quem não aguenta, não adianta encostar
Tenho tantos brotos, um mais três
Então baby, baba baba, ba- ba- ba- badala o xucalho
Tá bem bom, ‘tou bem boa
Nova dança só tá a kuiar à toa
‘Tou sem tempo, mas ‘tou a competir com esses miúdos
Pequenas são peixes na lagoa, xé!
Quem entra com pressa, tropeça
Eu continuo com a minha chama acesa
Como todas, tipo ‘tou a petiscar
Daqui a pouco a menina vai acabar obesa, xé!
Sai daqui, bicho de arroz
Mato agora e não depois
Melhor do que nós somos nós
Já ficaste no banzelo

Eu só quero xucalho, quando encosto não mayo
Eu só quero xucalho, eu só quero xucalho, eu só quero xucalho
Eu só quero xucalho, quando encosto não mayo
Eu só quero xucalho, eu só quero xucalho, eu só quero xucalho

(Uh, uh)
Xucalho, xucalho, xucalho
Xucalho, xucalho, xucalho
Xucalho, xucalho, xucalho
Xucalho, xucalho, xucalho

Ehh!
Quando me chamam já sabem que é banger
Como rimo, falam: Preto sem pemba
Controla, o meu xucalho tem problema
Titica abre a roda e entra no esquema
Stop!
Isso aqui é xucalho
É de só de avacalho! Ehh!
‘Tás a pensar que acabou? Não acabou
Quando falas de sucesso, eu lá ‘tou
Marcia e a Carla controlam o sistema
Querem esse adoço na hora do esquema

Tsi tsa! Tsa ktsa!
Tsi tsa! (Aiwé!) Ktsa ktsa!

Eu só quero xucalho, quando encosto não mayo
Eu só quero xucalho, eu só quero xucalho, eu só quero xucalho
Eu só quero xucalho, quando encosto não mayo
Eu só quero xucalho, eu só quero xucalho, eu só quero xucalho

(Uh, uh)
Xucalho, xucalho, xucalho (ah, ah)
Xucalho, xucalho, xucalho (ah, ah)
Xucalho, xucalho, xucalho (ah, ah)
Xucalho, xucalho, xucalho

Espalha!
‘Tamo a correr com a metralha
Me deram xucalho, fiquei pirralha
Vocês também só cantam bem quando calha
Ao contrário da Titica: Não canta, ralha
Bossy, o flow tá doce!
'Cês sabem que eu levei, mas te trouxe
Sempre na corrida e nem ‘tou com o Rossi
Muitas já tentaram me tirar posse
Então cossa, tiramakossa!

São vocês!
Comem lambula, querem ‘rotar sushi! Aiwé, ahá
Organizar a selva
Vou podar, há há
Vou podar, há há
Bacontrolé

Já ficaste no banzelo
Sente o brilho no cabelo
Teo no Beat mete o selo
Tubarão nas rebeliona’
Há há há há há
Não sou d’As Gingas, mas vos encosto bem na parede!
Há há há
Tá bem bom! Há