1=2 (part. Gabriel Zander)

Scalene

Sob meus pés um momento
Configurar fragmentos
Os pontos cegos iluminar

Na consciência

Somos o próprio tormento
Caminhando contra o vento
O que nos impede de explorar

Os becos da alma

Monstro querubim
Morte e vida sem fim
Mundo interior
Mora medo sedutor

Superfície, mora a sandice, não vai ver
As camadas, não vão ter escada, só você
Labirinto, tende ao infinito, mergulhar
Só coragem, faz essa viagem ter volta

Dar forma ao caos, todo seu esplendor

Somos apenas um
Em dois de nós
Constante implicação
Escuridão de si
Permeia