Feira Moderna

Som imaginário

Tua cor é o que eles olham, velha chaga
Teu sorriso é o que eles temem, medo, medo

Feira moderna, um convite sensual
Oh! telefonista, se a distância já morreu
O meu coração é velho
O meu coração é morto
E eu nem li o jornal

Nessa caverna, o convite é igual
Oh! telefonista, a palavra já morreu
Indepedência ou morte
Descansa em berço forte
A paz na terra, amém.
A paz na terra, amém!

Feira moderna, um convite sensual
Oh! telefonista, se a distância já morreu
O meu coração é velho
O meu coração é morto
E eu nem li o jornal
Eu nem leio jornal

Nessa caverna, o convite é igual
Oh! telefonista, a palavra já morreu
Indepedência ou morte
Descansa em berço forte
A paz na terra, amém.
A paz na terra, amém!

Written by: Beto Guedes / Fernando Brant
Sent by Thiago. Revised by Oliveira.
Did you see an error? Send us your revision.



More songs by Som imaginário

View all songs by Som imaginário