Do Que Você Tem Medo

Tiago Iorc

Toda mentira é aflita e nasce do medo
Que dor é essa que te deixa azedo?
Todo culpado tem culpa na ponta do dedo
Quem pode apontar, que pobre, tá preso!

E essa ganância fria, será que te sacia?
Muito pouco e tudo leva à nada
A crueldade tonta, as falsas notícias
Só vão nos apartar

Quem planta o ódio escolhe o medo
Quem é que vai sentir?
Se a rua escorre sangue negro
Quem é que vai fingir?

Labirinto de herança, genes ancestrais
O amor extinto já não tinge mais
O canto ainda ecoa dentro de você

E essa ganância fria, será que te sacia?
Muito pouco e tudo leva à nada
A crueldade tonta, as falsas notícias
Só vão nos apartar

Quem planta o ódio escolhe o medo
Quem é que vai sentir?
Se a rua escorre sangue negro
Quem é que vai sentir?

Quem planta o ódio escolhe o medo
Quem é que vai fingir?
Se a rua escorre sangue negro
Quem é que vai fingir?