Ouvindo-te

Agnaldo Rayol

Basta!
O castigo que vens dando
Está
Pouco a pouco me matando
Canto
De ti só ouço contracanto
No entanto queria ver
Justo seria conhecer
Quem vivo a amar e adorar.

A tua voz estou a ouvir
No entanto eu queria a ti sentir
És tão cruel,que mal te fiz
Que mesmo sem te ver
Sempre te quis?

O teu prazer
É que eu sofra de amor por ti
Que te ame sem te ver
Meu bem-te-vi.

E bastaria
Que uma só vez te visse,flor
Depois morrer dizendo
Bendito Amor!

Written by: Vicente Celestino
Sent by Clair. Revised by Nelson.
Did you see an error? Send us your revision.