Saco de feijão

Beth Carvalho

Meu Deus mas para que tanto dinheiro
Dinheiro só pra gastar
Que saudade tenho do tempo de outrora
Que vida que eu levo agora
Já me sinto esgotado
E cansado de penar (meu Deus)
Sem haver uma solução
De que me serve um saco cheio de dinheiro
Pra comprar um quilo de feijão (me diga gente)

De que me serve um saco cheio de dinheiro
Pra comprar um quilo de feijão

No tempo dos merréis e do vintém
Se vivia muito bem, sem haver reclamação
Eu ia no armazém do seu manoel com um tostão
Trazia um quilo de feijão
Depois que inventaram o tal cruzeiro
Eu trago um embrulhinho na mão
E deixo um saco de dinheiro
Ai, ai, meu Deus

Depois que inventaram o tal cruzeiro
Eu trago um embrulhinho na mão
E deixo um saco de dinheiro (agora comigo gente)

Meu Deus mas para que tanto dinheiro
Dinheiro só pra gastar
Que saudade tenho do tempo de outrora
Que vida que eu levo agora
Já me sinto esgotado
E cansado de penar, (meu Deus)
Sem haver uma solução
De que me serve um saco cheio de dinheiro
Pra comprar um quilo de feijão (de que me serve)

De que me serve um saco cheio de dinheiro
Pra comprar um quilo de feijão

No tempo dos merréis e do vintém
Se vivia muito bem, sem haver reclamação
Eu ia no armazém do seu Manoel com um tostão
Trazia um quilo de feijão e (e agora gente)
Depois que inventaram o tal cruzeiro
Eu trago um embrulhinho na mão
E deixo um saco de dinheiro
(Ai, ai, meu Deus)

Depois que inventaram o tal cruzeiro
Eu trago um embrulhinho na mão
E deixo um saco de dinheiro (ai, ai, meu Deus)

Written by: Francisco Santana
Sent by Flavius. Revised by 5 people.
Did you see an error? Send us your revision.