Volta para o Estoril

Dalva de Oliveira

Quando te sintas triste
E ninguém se lembre de ti
Quando te sintas triste
E ninguém se lembre de ti
Vem vem vem, vem procurar-me a mim
Vem vem vem, vem procurar-me a mim

Volta aqui no Estoril chorando junto ao mar
De saudade morrendo
Estou sofrendo de tanto te amar
Volta juntinho a mim, como eu te pedi
Volta, volta para o Estoril

Quando não tenhas carinhos
E não te sintas feliz
Quando não tenhas carinhos
E não te sintas feliz
Vem vem vem, vem procurar-me a mim
Vem vem vem, vem procurar-me a mim

Written by: Oscar Kinleiner / Tito Climent
Sent by Tiago.
Did you see an error? Send us your revision.