Volta Da Sorte

Fundo de Quintal

Saiu do serviço encontrou os amigos
Jogou e bebeu até altas horas
A volta da sorte que foge é difícil
Perdeu o salário, o que fazer agora
Aluguel ta vencido, a luz e a água
As compras do mês, remorso lhe devora
Tomou mais um trago, pensou na família
Na escola da filha, senta e chora

La-la-ia

E Jurou pra si mesmo, nunca mais hei de jogar
No bar não vou passar
Vou viver, sem beber, sem jogar

Mentiu pra mentira, é o velho e bom freguês
Pois sabe que amanhã
Vai beber, vai jogar, vai perder outra vez

Written by: Luverci Ernesto / Almir Guineto
Sent by Walter. Revised by 3 people.
Did you see an error? Send us your revision.