Janeiro De 2006

Gloria

Por nada estou aqui, tentando me esconder
Por sempre aparecer, fugir de mim
Te pedi pra me ajudar, mas o medo me venceu
Há uma pedra no caminho que me ilude ao amanhecer

Chega de sonhar, esperar o que não foi
Chega de viver o que você já passou sem entender o que aconteceu
Você apareceu
E agora?

Uma busca tão incerta pode me prejudicar
Entender que o poder não é fácil compreender
E assim eu vou viver, sem respostas para o sol
Mentindo pra mim mesmo, fugir de mim

Chega de sonhar, esperar o que não foi
Chega de viver o que você já passou sem entender o que aconteceu
Você apareceu
E agora?

Quando eu falo sem pensar (Quando eu falo sem pensar)
Só entendo o que eu entender (Só entendo o que eu entender)
Quando eu finjo sempre estar (Quando eu finjo sempre estar)
E você sempre finge ser eu (E você sempre finge ser eu)

Como você ainda vai mentir? (Como você ainda vai mentir?)
Como você ainda vai sorrir? (Como você ainda vai sorrir?)
Como pode pensar assim? (Como pode pensar assim?)
Esquecendo de você (Esquecendo de você)

Agora pense, escreva, fale tudo o que quiser falar
Agora viva a liberdade de poder se expressar

Chega de sonhar, esperar o que não foi
Chega de viver o que você já passou sem entender o que aconteceu
Você apareceu
E agora?

E agora chega de sonhar, esperar o que não foi
Chega de viver o que você já passou sem entender o que aconteceu
Você apareceu
E agora?
E agora?
E agora?
E agora?

Written by: Gee Rocha
Sent by Iuri. Subtitled by Anna. Revised by 6 people.
Did you see an error? Send us your revision.