Serra da Boa Esperança

Lamartine Babo

Serra da Boa Esperança
Esperança que encerra
No coração do Brasil
Um punhado de terra
No coração de quem vai
No coração de que vem
Serra da Boa Esperança
Meu último bem

Parto levando saudades
Saudades deixando
Murchas, caídas na serra
Bem perto de Deus
Oh, minha serra
Eis a hora do adeus
Vou-me enbora
Deixo a luz do olhar
No teu luar
Adeus!

Levo na minha cantiga
A imagem da serra
Sei que Jesus não castiga
Um poeta que erra
Nós, os poetas, erramos
Porque rimamos, também
Os nossos olhos nos olhos
De alguém que não vem

Serra da Boa Esperança
Não tenhas receio
Hei de guardar tua imagem
Com a graça de Deus!
Oh, minha serra
Eis a hora do adeus
Vou-me embora
Deixo a luz do meu olhar
No teu luar
Adeus!

Written by: Lamartine Babo
Sent by Sofia. Revised by Maria.
Did you see an error? Send us your revision.