Quem Será

Marrero

A minha agulha vai bordar seu corpo
Esqueça a dor e todo o desconforto
Eu venho em paz apesar da aparência
Não há nada demais, não há urgência

A minha agulha vai bordar seu corpo
Esqueça a dor e todo o desconforto
Eu venho em paz apesar da aparência
Não há nada demais, também não há nenhuma urgência

Quem será? E se vem mais uma vez?
Pense e vá! Se quer mesmo viver
Quem ficar, sabe onde dorme e o que dizer
Oh, quem será?

A minha astúcia pede por socorro
Ou ela cura ou faço tudo de novo
Eu vou atrás, apesar da insistência
Não há nada de novo, é releitura e consequência

A minha astúcia pede por socorro
Ou ela cura ou faço tudo de novo
Eu vou atrás, apesar da insistência
Não há nada de novo, é releitura e consequência

Quem será? E se vem mais uma vez?
Pense e vá! Se quer mesmo viver
Quem ficar, sabe onde dorme e o que dizer
Oh, quem será?
Eu vou



More songs by Marrero

View all songs by Marrero