Meu Mundo É Hoje

Paulinho da Viola

Eu sou assim
Quem quiser gostar de mim
Eu sou assim

Meu mundo é hoje
Não existe amanhã pra mim
Eu sou assim
Assim morrerei um dia
Não levarei arrependimentos
Nem o peso da hipocrisia

Tenho pena daqueles
Que se agacham até o chão
Enganando a si mesmo
Por dinheiro ou posição

Nunca tomei parte
Desse enorme batalhão
Pois sei que além de flores
Nada mais vai no caixão

Eu sou assim
Quem quiser gostar de mim
Eu sou assim

Written by: Wilson Batista
Sent by Carlos. Revised by 3 people.
Did you see an error? Send us your revision.