Guerra Fria (part. Jorge e Mateus)

Sorriso Maroto

Original Translation Original and translation
Guerra Fria (part. Jorge e Mateus)

Iê, Iê ê, Iê, Iê ê
Eu odeio quando você
Sai batendo a porta
Sem me escutar
Mas adoro quando sempre
Se arrepende e volta
E pede pra ficar

Sempre age por impulso
Tem o dom de me ferir
Mas ao mesmo tempo só você me faz sorrir

Eu odeio quando mexe
Em minhas coisas
Vasculhando sem pedir
Mas adoro quando
Me dá seu carinho
E assim me faz dormir

Muitas vezes durmo
Com vontade de me afastar
Mas acordo doido
Pra te encontrar

Uma guerra fria
Dentro do meu peito
Não encontro um jeito
Da gente viver em paz

Já pensei em te deixar pra sempre
Só que eu te amo demais
E por mais que você
Me deixe no futuro
Vale o risco, eu juro
Nunca amei ninguém assim
Até você de mal faz bem pra mim

Cold War

Yea yea, yea
I hate when you
Leave closing the door
Without listening to me
But I always love when
You regret and come back
And ask to stay

Always act by impulse
Have the gift of hurt me
But at the same time just you make me smile

I hate when you touch
On my stuff
Looking without asking
But I love when
You give me your love
And so make me fall asleep

Many times I go to sleep
With the wish to go away
But I wake up crazy
To meet you

A Cold War
In my chest
I can’t find a way
For us to leave in peace

I’ve thought about leaving you forever
But I love you too much
And even if you
Leave in the future
It’s gonna be worthy, I swear
I’ve never loved anyone like this
Even when you’re mad you’re good for me

Written by: Douglas Lacerda / Valtinho Jota
Sent by Amanda and translated by Gabriella. Subtitled by Jonas and more 2 people. Revised by Pamela.
Did you see an error? Send us your revision.