Opostos (part. Dan Lellis)

Lupper

Completamente oposto
Ideais diferentes,
Distintos ritmos de vida
Uma linda princesa e um delinquente

E o filme da nossa historia
Eu não sei mais descrever
Mistura romance, suspense
Mais uma pitada de Cine Privé

Ela disse que não vem hoje, acho que vem
Sexta fica louca, hoje tem
Vem beijar minha boca como ninguém
Eu sei que a gente briga, a gente briga

Mas quando a gente faz amor
O quarto pegar fogo, prédio começa a tremer
A briga acaba quando começa o nosso prazer

Mas quando a gente faz amor
Quarto pega fogo, perco minha respiração
Fazer amor é o nosso jeito de pedir perdão

Brigo comigo daqui a pouco me liga
Afogou a raiva no copo de tequila
Tá com as amigas mas não para de pensar
No que rolou na noite passada

Pensa que me engana, quer ser mais esperta
Se bem que ela é linda e dispensa modéstia
Às vezes ela é louca, parece ser de fase
O melhor de quando a gente briga é quando faz as pazes

A meia noite desce do elevador
Já meio inconsciente mais seu fogo aumento
Desceu pro subsolo, com celular não
Pra deitar no meu colo, eu mando a localização

E tá no carro a mil por hora, de caminho marcado
Se quer beijar na boca e ter seu corpo entrelaçado
Pego no começo, agora vem me desejar
O brau subiu na mente, já dava pra imaginar

Ela disse que não vem hoje, acho que vem
Sexta fica louca, hoje tem
Vem beijar minha boca como ninguém
Eu sei que a gente briga, a gente briga

Mas quando a gente faz amor
O quarto pegar fogo, prédio começa a tremer
A briga acaba quando começa o nosso prazer

Mas quando a gente faz amor
Quarto pega fogo, perco minha respiração
Fazer amor é o nosso jeito de pedir perdão

Mas quando a gente faz amor
O quarto pegar fogo, prédio começa a tremer
A briga acaba quando começa o nosso prazer

Mas quando a gente faz amor
Quarto pega fogo, perco minha respiração
Fazer amor é o nosso jeito de pedir perdão

Fazer amor é nosso jeito de pedir perdão