Desalma

Mariza

Perdi hoje a minha alma às tuas mãos,
Soubesse eu dar-lhe amor
Como te dera,
Pudesse eu dar-lhe os beijos,
Lábios sãos
De quem beijou de amor e o soubera.

Talvez não me fugisse de entre os dedos
A alma, como um barco que se afasta
Se à frágil condição de tantos medos
Pudesse eu ter de ti o que me basta.

E dado o barco ao mar que o soube ter,
Por medos e cansaços
Me perdera
Eu espero a vida inteira por te ver
E a vida que é só minha ainda me espera.

Written by: Diogo Clemente / Miguel Ramos
Sent by Alan.
Did you see an error? Send us your revision.



More songs by Mariza

View all songs by Mariza