É Tão Triste Veneza (Que C'est Triste Venise)

Agnaldo Timóteo

É tão triste Veneza
No tempo da saudade
É tão triste Veneza
Se o amor terminou

Busca-se carinho
Encontra-se tristeza
A curva do caminho
Tua sombra apagou

É tão triste Veneza
Quando ouço no ar
Barcarolas que vêm
Minha dor realçar

O coração se aperta
Quando as gôndolas passam
Acobertando amantes
Que felizes se abraçam

É tão triste Veneza
No tempo da saudade
É tão triste Veneza
Se o amor terminou

Os museus, as igrejas
Abrem em vão suas portas
Mostrando belezas
Inúteis e mortas

É tão triste Veneza
À noite, olhando o mar
Quando se está sozinho
E não se quer chorar

E quando se ironiza
O que ficou pra trás
Querendo esquecer
O que não se tem mais

Adeus, todos os pombos
Que foram tão amigos
Ponte dos Suspiros
Adeus, sonhos perdidos

É tão triste Veneza
No tempo da saudade
É tão triste Veneza
Se o amor terminou

Written by: Charles Aznavour / F. Durin / Maria Izabel
Sent by Daniel. Revised by 3 people.
Did you see an error? Send us your revision.