Camarão que dorme a onda leva

Arlindo Cruz

Não pense que o meu coração é de papel
Não brinque com o meu interior
Camarão que dorme a onda leva
Hoje é dia da caça
Amanhã do caçador
Camarão que dorme a onda leva
Hoje é dia da caça
Amanhã do caçador

Não quero que o nosso amor acabe assim
Um coração quando ama é sempre amigo

Só não faça gato e sapato de mim
Pois é aquele que dá pão
Também dá castigo

Não pense que o meu coração é de papel
Não brinque com o meu interior
Camarão que dorme a onda leva
Hoje é dia da caça
Amanhã do caçador

Não veja meu sentimento como desdém
Enquanto o bem existir o mal tem cura

A pedra é muito forte mas tem um porém, meu bem
A água tanto bate até que fura

Written by: Arlindo Cruz / Zeca Pagodinho
Sent by mauricio. Revised by FabioRegio.
Did you see an error? Send us your revision.