Chuva de Novembro

Projota

Original Translation Original and translation
Chuva de Novembro

Sozinho posso te ver melhor quando se vai o Sol
Procuro o fio do seu cabelo no lençol
Baixei aquele filme que cê disse que era bom
E vi que nada é tão bom quando cê não tá aqui

Um dia sem você é triste, uma semana é maldade
Um mês não existe, dou meus pulos, atravesso a cidade
Junto dinheiro pra financiar a viagem
Uma bolacha, um salgadinho, dois refri e a passagem

Já era, já fui, me espera, amor
Vou atrasar mais dez minutos, parar pra te comprar uma flor
E tô pronto, na melhor roupa que eu tenho
Uma rosa na mão esquerda, na outra mão um cartão com desenho

Correndo pra rodoviária, o buso sai às 9
Desculpa o cartão molhado, é quem em novembro sempre chove à tarde
E hoje a chuva tá bolada, já me sentei, fiz minha oração
Se Deus quiser nem pega nada, vai!
Se Deus quiser nem pega nada, vai!

Tô chegando, tá?
Tô chegando, amor

Tô indo, sentado, vendo as montanhas
Lembrando que quanto mais você me perde, mais vezes você me ganha
E aquela briga ontem foi foda, eu não queria te dizer
Que eu não queria ter você

Mas eu queria que você soubesse que eu me importo
E que eu sinto que essa chuva é o reflexo do estado do meu corpo
E foi pensando nisso que me joguei pra cá
Pra ver se quando eu te encontrar eu faço essa chuva parar

Será que isso é possível?
Eu, sonhador demais, na entranha dor demais
E essa estranha dor é mais do que saudade
É como uma necessidade
De poder ter a certeza de que não era verdade

O que você disse por telefone
Que tava na hora de eu te provar que podia ser o seu homem
Que o menino que nem pode sustentar um lar
Nunca seria bom o suficiente pra tu casar

Foi pensando nisso que eu entrei nesse busão
Mas talvez eu seja só um menino com uma rosa na mão
E eu te ligo no celular
Te avisando que eu tô indo e te pedindo pra ir lá pra me esperar

Mas você que nunca disse que me ama
Mais uma vez desliga sem dizer, se arruma e vai pra cama
Tudo bem, dorme bem amor, te amo!
Quando acordar passa perfume que o seu homem tá chegando, vai!

Me espera, tá!
Me espera, tá!

A cada segundo a chuva aumenta nessa poltrona
A cada minuto que eu durmo eu acordo quarenta
Janela embaçada, tampando minha visão
Eu fecho os olhos e praticamente sinto sua respiração

É como o silencio do meu quarto sem você
Culpa dessa distância que me impede de te ver
Me impede de provar que eu te mereço
De mostrar que o dinheiro tá pouco, mas que a alegria não tem preço

E eu pensando em você nesse momento
Aproveito o tempo pra treinar o pedido de casamento
Depois da briga, acordei cedo
Peguei toda a economia e comprei a aliança em segredo

Juntei moeda por moeda pra poder tá aqui
Pra mostrar que um menino pode te fazer sorrir
Te sentir mais uma vez, sentir por uma vez
Que achar que eu sou teu sonho não é uma insensatez

Mas peraí, eu ouço um barulho, que que tá pegando?
A aliança caiu do meu bolso, tudo balançando (porra, mano!)
Quem tá gritando? Por que tá girando? Alguém sabe?
Tento chamar seu nome, mas minha boca nem abre

Barulho de chuva, pneu, escuridão
Lembrar seu rosto se tornou a última opção
Agarro forte a rosa na lama
Menino ou homem você me deixou partir sem dizer que me ama!

Eu não pensei que fosse pra tão longe essa viagem
Toca o celular, é você me mandando mensagem
E eu preso nas ferragens, sem me mexer
Sei que você me escreveu, mas fecho os olhos sem saber o quê

November Rain

Alone I can see you better when the Sun goes
I look for your hair in the sheet
I downloaded that movie that you said was good
And I saw that nothing is so good when you're not here

A day without you is sad, a week is evil
A month does not exist, I make my leaps, I cross the city
Add money to finance the trip
A cookie, a snack, two sodas and the ticket

It's done, I'm going, wait for me, babe
I will be ten minutes late, I'm gonna stop to buy you a flower
And I'm ready, in the best clothes I have
A rose in the left hand, in the other hand a drawing card

Running to the bus station, the bus leaves at 9 o'clock
Sorry for the wet card, it's always raining in the afternoon in November
And today the rain is heavy, I already sat down, I said my prayer
God willing I won't catch anything
God willing I won't catch anything

I'm coming, okay?
I'm coming, love

I'm going, sitting, watching the mountains
Remembering that the more you lose me, the more often you win me
And that fight yesterday was bad, I didn't mean to tell you
That I didn't want to have you

But I wish you knew that I care
And that I feel this rain is a reflection of the state of my body
And it was thinking about it that I threw myself here
To see if when I meet you I will make this rain stop

Is this possible?
Me, too dreamy, in the gut too much pain
And this strange pain is more than longing
It's like a necessity
To be sure it wasn't true

What you said over the phone
It was time for me to prove to you that I could be your man
That the boy who can't even support a home
Would never be good enough for you to marry

It was thinking about this that I got into this bus
But maybe I am just a boy with a rose in his hand
And I call you on your cell phone
Notifying you that I'm going and asking you to go there to wait for me

But you who never said you love me
Again hang up without saying it, get ready and go to bed
Alright, sleep well babe, love you!
When you wake up, perfume that your man is coming, go!

Wait for me, okay!
Wait for me, okay!

Every second the rain increases in this seat
Every minute I sleep I wake up forty
Blurry window, blocking my view
I close my eyes and practically feel your breath

It's like the silence of my room without you
Blame this distance that keeps me from seeing you
Stop me from proving that I deserve you
From show that money is short, but happiness is priceless

And me thinking of you right now
I take the time to train the marriage proposal
After the fight, I woke up early
I took the all my savings and bought the ring in secret

I gathered coin for coin so I could be here
To show that a boy can make you smile
Feel you once again, feel for once
That to think that I am your dream is not foolish

But wait, I hear a noise, what's going on?
The ring fell out of my pocket, everything shaking (damn it, bro!)
Who's screaming? Why's it spinning? Anybody know?
I try to call your name but my mouth won't even open

Noise of rain, tire, darkness
Remember your face has become the last option
I hold tight to the rose in the mud
Boy or man you let me go without saying you love me!

I didn't think it would go that far
The cell phone rings, it's you texting me
And I, stuck in the hardware, without moving
I know you wrote me, but I close my eyes without knowing what

Written by: Projota
Sent by Ana and translated by ana. Subtitled by Nahtaly and more 2 people. Revised by 8 people.
Did you see an error? Send us your revision.