Desenhista

Léo Fressato

Lembro bem do dia
Em que você chegou
Como quem não ia mais sair
Chá de tangerina
Velhas cartas não abertas
Sala pro chá das seis
Veio como quem vinha me carregar
Mas só tem as mãos a desenhar
Me desenha histórias e eu nem caberia
Me atrevo a te inventar

Pode ser porque
Nunca mais será
Como te perder
Se nunca te achei aqui

E foi o desenho de um balão
Colorido com azul de céu
Que escondeu nas minhas malas
Entre os meus vestidos
Quando eu dizia adeus
E só me convida a passear
Mas me manda para além do mar
Me desenha um vôo
E eu espero
Mais que um amor de giz
E pode ser porque

Nunca mais será
É como te perder
Mas nunca te achei aqui
E foi o desenho de um balão

Colorido com azul de céu
Que escondeu nas malas
Entre os livros e as besteiras
Quando eu dizia adeus

E pode ser porque
Nunca vai chegar
É como te esquecer
E como te esquecer?

Written by: Leo Fressato Sem Acento
Sent by Amanda. Subtitled by Otavia. Revised by Marcos.
Did you see an error? Send us your revision.



More songs by Léo Fressato

View all songs by Léo Fressato